quarta-feira, 10 de julho de 2013

Heliópolis: cadastro habitacional das famílias começa nesta quarta

O cadastro das famílias atingidas pelo incêndio na Comunidade da Ilha, em Heliópolis, começou ao meio-dia desta quarta-feira. As vítimas receberão a primeira parcela do auxílio aluguel na próxima semana


Atualizada às 15h30

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal da Habitação, iniciou nesta quarta-feira (10), às 12h, o cadastro habitacional das cerca de 980 famílias vítimas do incêndio que atingiu a Comunidade da Ilha, em Heliópolis, na madrugada do último domingo (7). Até as 21h desta quarta, cerca de 180 famílias devem cadastradas. O registro segue até sábado, com mais 250 famílias cadastradas, em média, por dia. 

As famílias são atendidas na quadra da escola de samba Imperador do Ipiranga. Foram distribuídas senhas para as pessoas que aguardam o cadastramento na fila ao lado do barracão. Os trabalhos prosseguem nesta semana até que todas as vítimas sejam cadastradas. 

O planejamento é atender essa demanda habitacional em um empreendimento de moradias sociais que será construído na região do Ipiranga, próximo de onde moravam as vítimas. 

O subprefeito do Ipiranga, Luiz Girard, e as lideranças comunitárias pediram nesta manhã que somente as famílias da Comunidade da Ilha se encaminhem ao atendimento. “Eu faço um apelo: nós estamos cuidando aqui das pessoas da Ilha, das pessoas que estão desabrigadas. Em um momento de tragédia, de fragilidade, eu peço: quem não é da Ilha, por favor não compareça, para não tumultuar e piorar a situação das vítimas do incêndio”, afirmou Luiz Girard.
O líder comunitário João Eudes, 43, da Associação de Moradores Organizados por Regularização Fundiária, pediu rapidez no cadastro dos desabrigados. “O povo está sem casa desde sábado, perdendo também dias de trabalho. Precisamos fazer o cadastro mais rápido possível para acalmar as pessoas”, disse.

Auxílio aluguel 
Na próxima semana, as famílias desabrigadas atingidas pelo incêndio em Heliópolis devem receber um auxílio aluguel referente a seis meses no valor total de R$ 2.400 - R$ 400 por mês. Anteriormente, a Prefeitura havia anunciado que o pagamento seria realizado em duas parcelas - uma na próxima semana e outra no dia 30 de julho. 

Um esforço, no entanto, foi realizado para que os desabrigados recebessem o valor em parcela única, para que possam, assim, comprovar que terão como arcar com o compromisso pelos próximos meses no ato do aluguel. Vale lembrar que o benefício será renovado até que as famílias sejam atendidas definitivamente.

O pagamento aos cadastrados nesta quarta será realizado na próxima terça-feira (16). Aos que serão cadastrados nesta quinta (11), o pagamento será feito na quarta seguinte (17) e assim sucessivamente até a sexta-feira (19).

No início desta tarde, a Secretaria Municipal de Habitação atuava no local com seis cadastradores e mais quatro profissionais responsáveis pela triagem para atender às famílias presentes. Até o fim do dia, mais quatro cadastradores da região do Butantã irão para o local para otimizar o serviço prestado.
Abrigo
Os desabrigados foram encaminhados por equipes da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social para abrigo, na Escola Municipal Luiz Gonzaga do Nascimento Jr (Gonzaguinha). A Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social cadastrou 560 famílias. Elas receberam kits com colchões, cobertores, cesta básica e itens de higiene pessoal, além de refeições. A pasta seguirá oferecendo refeições no alojamento.

Apoio
Cerca de uma hora após o início do incêndio da madrugada do último domingo, equipes da Defesa Civil e da Subprefeitura do Ipiranga prestavam o primeiro apoio aos desabrigados da Comunidade da Ilha, em Heliópolis. A Prefeitura, por meio da Coordenação das Subprefeituras, Segurança Urbana, Assistência e Desenvolvimento Social e Habitação, mobilizou quase 70 profissionais para prestar assistência às vítimas.

Urbanização de Favelas
O Programa de Urbanização de Favelas em Heliópolis prevê o atendimento de 10 mil famílias, com a construção de 10 mil unidades habitacionais até 2016. Dessas, 3.600 construções já foram entregues e 2.200 estão em andamento. Outras 4 mil estão em processo de planejamento.
Fonte: prefeitura de São Paulo