terça-feira, 18 de outubro de 2016

Dicas de Viagens em crônicas de quatro continentes



Dicas de Viagens em crônicas de quatro continentes
Autor: João Aparecido da Luz

Este livro é um relato de experiências realizadas, sentidas e vividas pelo autor em países e cidades nos quatro continentes, objetivando passar um breve relato do cotidiano dos habitantes dos lugares.
JAL Monumento do Ipiranga meio corpo
A sintaxe simples e descomplicada utilizada nos textos permite que leitores, de qualquer idade, incluindo estudantes de nona série e Ensino Médio, possam ter a informação fiel das descobertas do cotidiano de pessoas, cidades e países, seus costumes e tradições, um pouco da história, geografia e divisão administrativa de cada região. Com textos claros, concisos e atraentes, as crônicas têm um desenvolvimento literário que satisfaz de forma prazerosa o mais exigente leitor. São pormenores que devem nortear não somente as aspirações de viajantes experimentados, mas também aquelas pessoas que planejam, muitas vezes há anos, um experimento extraterritorial junto a povos de diferentes etnias.
Além da leitura sadia, o leitor, sem que se dê conta, participa dos fatos descritos tendo a sensação de vivenciar os locais inteirando-se dos acontecimentos, como se lá estivesse. Isto aguça o interesse em levar a efeito uma viagem por esses lugares, e pode contribuir para construção de um projeto para realização de seus sonhos culturais, muitas vezes relegados a um segundo plano pela opção de ter um carro, barco, reserva de dinheiro investido, com muito apego aos bens materiais.
Tendo estado em quarenta países nos quatro continentes, e viajando sempre às suas expensas, o autor transfere para o papel, de maneira prática, objetiva, real e fiel, tudo o que suas lentes fotografaram e ficou gravado em sua memória. Por não estar sujeito a compromissos assumidos com patrocinadores, é livre para descrever o que vê e sente. Através de sua observação crítica descobre em Nova Iorque, por exemplo, a escultura de um leão talhado no Brasil em uma só peça de madeira pesando 8000 libras.
Viagem é um investimento que nós teremos sempre conosco. Nada poderá nos tirar aquilo que vivemos e sentimos através dela. As recordações nos acompanharão para sempre.
IMG_0834Quem é o autor João Aparecido da Luz é natural de Ribeirão Bonito, Estado de São Paulo. Estudou Ciências Jurídicas e Sociais e formou-se em direito pela Faculdade de Direito de Guarulhos, tendo atuado como advogado em São Paulo, capital, ocasião em que fez também diversos cursos extracurriculares e de pós-graduação em Direito Civil, Penal e Trabalhista.
Após este período, migrou para o segmento de Equipamentos de Segurança, atuando principalmente na área comercial de EPI (Equipamento de Proteção Individual). Graduou-se em Técnico de Segurança ministrado sob a orientação técnica do CBAI (Comitê Brasileiro-Americano para Indústria), curso baseado no modelo aplicado aos especialistas de segurança dos Estados Unidos. Ministrou cursos de EPI no IBS e em diferentes empresas que atuam no Brasil nos mais diversos segmentos de mercado. Trabalhou nas empresas James North, MSA do Brasil, Equipamentos Balaska e Marluvas, entre outras. Fez cursos de extensão universitária em Vendas, Marketing, Estratégia de Negócios e outros na área Comercial.
Por força desta nova atividade, viajando por todos os estados brasileiros, o autor redescobre a vocação de conhecer as pessoas, a história, a geografia e a cultura de cada região, trazida da adolescência. Neste momento, inicia a trajetória de visitas ao exterior, sempre acompanhado de sua esposa, incansável incentivadora desse seu talento. A determinação de alçar voo por quatro continentes, rendeu-lhe, até o momento, viagens a quarenta nações como Egito, Israel, Turquia, Rússia, Estados Unidos, Itália, França, Canadá, Portugal entre outras, muitas delas revisitadas várias vezes.
Tem participado, além da Bienal do Livro de São Paulo, onde lançou seu último livro, da Feira do Livro de Lisboa e outras menores pelo interior de Portugal. Realizou seis edições da Feira do Livro do Ipiranga na cidade de São Paulo, evento que, pelo escopo cultural, foi oficializado e consta no calendário de eventos da Prefeitura Municipal de São Paulo, lei 14485 de 2012. É detentor do prêmio “Morador mais viajado do Ipiranga”, São Paulo, concurso ÍCONES DO IPIRANGA, promovido pela Gafisa S/A e jornal Diário de São Paulo. É Membro da UBE – União Brasileira de Escritores.
Escreve crônicas sobre os locais onde esteve que são publicadas em sites e jornais semanais de São Paulo e Montreal, Canadá. Algumas delas e outras, originais, estão no livro “Dicas de Viagem”. São relatos breves de experiências de vida de um cidadão dedicado ao trabalho, à família e ao aperfeiçoamento espiritual. Por devoção, canta e toca salmos em diversas igrejas.
É autor do livro “Diário de Viagem – Uma visão sobre o dia-a-dia das pessoas e dos lugares” Editora Scortecci.
“Dicas de Viagens em crônicas de quatro continentes” JAL Edições.
Contato com o autor: E-mail: joao.daluz@terra.com.br