quarta-feira, 25 de março de 2015

Microempreendedor Individual Móvel está disponível para a população do Ipiranga, em Ação Integrada da Prefeitura

Com a concentração do trabalho, são cerca de 150 serviços disponíveis por 15 dias em cada região. A Secretaria do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo também leva ao local uma unidade do CAT, além de orientações sobre segurança alimentar

Imagem do post
 Por: Viviane Claudino
A Secretaria do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo (SDTE) já tem disponível uma unidade móvel do Microempreendedor Individual (MEI), para atender a população. A van é um dos serviços oferecidos pela Secretaria na “Ação Integrada Prefeitura no Bairro”, que chegou hoje, 23, na Praça Santa Angela, Vila Brasilina, zona sul.
O projeto itinerante é uma iniciativa do órgão público que envolve todo o conjunto da administração municipal para atender diferentes demandas da população. Com isso moradores do Ipiranga, Vila Brasilina e Cursino terão até o dia 2 de abril, para utilizar a estrutura neste local, com atendimento de segunda a sexta, das 9h às 17h.
O MEI Móvel é uma novidade na cidade de São Paulo, implementada em conjunto com a Agência São Paulo de Desenvolvimento (ADESAMPA), para atender os interessados em se tornar um microempreendedor individual. Com a utilização do serviço é possível sair do mercado de trabalho informal e fazer a regularização do próprio negócio, além de tirar dúvidas sobre atualização de cadastro, emissão dos boletos de pagamento (DAS), declaração anual, entre outros.
“Com o MEI Móvel também estamos apresentando o Caixa Crescer, que é uma parceria realizada com a Caixa Econômica Federal para informações e utilização do microcrédito, para que as pessoas possam estabelecer uma linha de crédito que dê continuidade ao seu próprio negócio”, disse o Secretário Municipal do Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo, Artur Henrique.
Entre os serviços oferecidos pela SDTE na “Prefeitura no Bairro”, também há uma tenda para orientação sobre segurança alimentar e nutricional e uma unidade móvel do Centro de Apoio ao Trabalho (CAT), onde a população pode consultar as oportunidades de trabalho disponíveis, além de solicitar o seguro-desemprego, tirar a carteira de trabalho (primeira e segunda via) ou receber orientações sobre cursos de qualificação do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec).
Com a ação integrada e a concentração do trabalho, são cerca de 150 serviços disponíveis por 15 dias em cada região. Entre as ações estão atividades de cultura, esporte e lazer, orientações especiais para idosos, campanha de vacinação e informações contra a dengue. Também há uma unidade móvel para orientações sobre o combate à violência contra as mulheres.
“Sabemos que a mobilidade ainda é difícil, por isso estamos trazendo os serviços e as políticas públicas da Prefeitura para perto da população. Queremos ouvir o que as pessoas têm a dizer, o que elas acham que precisa ser feito e sabemos que cada orientação oferecida aqui é muito importante para melhorar as condições de vida na cidade”, disse a vice-prefeita, Nádia Campeã.

O lançamento do projeto na Vila Brasilina contou com representantes das Secretarias de Políticas para as Mulheres (SMPM), de Relações Governamentais (SMRG), da Saúde (SMS), de Segurança Urbana (SMSU), do Verde e do Meio Ambiente (SVMA), dos Esportes, Lazer e Recreação (SEME), da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida (SMPED), do Desenvolvimento Urbano (SMDU), dos Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), de Serviços (SES), entre outras.