quarta-feira, 22 de abril de 2015

Programa Vocacional na Casa de Cultura

Inscrições abertas na Casa de Cultura Chico Science
A Casa de Cultura Chico Science, no Ipiranga está com inscrições abertas para o Programa Vocacional. As inscrições podem ser realizadas de segunda a sexta, das 13h30 às 16h30, na Casa de Cultura Chico Science, localizada na Rua Abagiba, 20 - Moinho Velho. Fone: 2969-7066.
As oficinas serão realizadas nos seguintes períodos:

Oficina de música aos sábados das 10h às 13h
Oficina de teatro - terças ou quintas das 18h às 21h. (duas oficinas).


O Programa Vocacional é composto pelos Projetos ARTES VISUAIS, MÚSICA, TEATRO, DANÇA, VOCACIONAL APRESENTA E ALDEIAS, e acolhe pessoas a partir de 14 anos, com a finalidade de promover a ação e a reflexão sobre a prática artística, a cidadania e a ocupação dos espaços públicos da cidade de São Paulo.
Com uma equipe de coordenadores e artistas-orientadores contratados anualmente, atua preferencialmente em equipamentos da Secretaria Municipal de Cultura e da Secretaria Municipal de Educação.
O Programa não visa o desenvolvimento técnico e a detecção de talentos, mas pretende a emancipação por meio do trabalho artístico-pedagógico, o que se dá não como um atributo individual, mas como o conhecimento adquirido através de uma prática coletiva.
A palavra vocação, do verbo vocare é aqui entendida como dar voz aos seus participantes por meio da expressão artística. Pretende-se que todos busquem uma participação ativa e consciente em suas práticas, conceitos, procedimentos e escolhas relacionadas ao discurso poético produzido coletivamente.
A pedagogia do Programa Vocacional baseia-se em princípios e procedimentos comuns em constante reflexão com a diversidade das práticas desenvolvidas no projeto.
Os princípios artístico-pedagógicos são:
1. Ação cultural: ações continuadas para abrir frentes de diálogo para permitir a ocupação cultural de outros espaços da cidade;
2. Pesquisa artístico-pedagógica: capacidade de instigar e formular perguntas, refletir e reinventar suas práticas artísticas a partir da relação entre os participantes do Programa e a realidade encontrada nos espaços de atuação;
3. Reflexão sobre Forma e Conteúdo: propor uma relação ativa com a obra, relacionando O QUE se quer dizer e COMO se diz algo no encaminhamento do processo de criação artística.
Os procedimentos artístico-pedagógicos são:
1. Ocupação/criação de espaço: práticas criadas para promover a reflexão e apropriação dos espaços públicos da cidade, ocupando-os de maneira artística e coletiva;

2. Protocolo artístico-pedagógico: espécie de diário artístico ou registro cotidiano que continuamente evidencia o trabalho dos coletivos. Motiva esclarecimentos, desfaz dúvidas e traça novos rumos;

3. Apreciação:
espaço de compartilhamento da experiência vivida em cada coletivo, em forma de reflexão crítica e sem posição fixa de julgamento, podendo gerar novas propostas artísticas.